TRATAMENTO E REAPROVEITAMENTO DE EFLUENTES

(Tecnologia MABR – Soluções Subre, Aspiral e Ecobox)

A água é um recurso natural limitado sem o qual a sobrevivência do ser humano, dos animais e das plantas é impossível. As alterações climáticas e a má gestão dos recursos hídricos estão sobretudo a diminuir o fluxo dos rios e a condicionar a disponibilidade de água potável.

A reciclagem e o reaproveitamento das águas residuais, revela-se cada vez mais importante em razão da escassez cada vez mais acentuada dos recursos hídricos de qualidade, disponíveis, para o consumo humano e animal. A estratégia para superar este problema é de uma reutilização planeada, em que as águas residuais designadamente as geradas pelas ETAR e ETARI, sejam devidamente tratadas e utilizadas para aplicações que representem benefícios importantes para as populações e para o tecido empresarial.

A tecnologia revolucionária MABR (Membrane Aerated Biofilm Reactor) é a tecnologia do século XXI, que atinge elevados registos de eficiência em projetos de tratamento de águas residuais de pequeno, médio e grande porte. O processo MABR habilitado para reciclar desde 5m3 a mais de 300m3/dia, proporciona uma remoção de nutrientes biológicos altamente eficiente, resultando em poupanças operacionais e requisitos mínimos de pegada, que tornam o tratamento descentralizado mais viável.

Para uma total flexibilidade, a tecnologia MABR, da nossa parceira tecnológica Fluence, é apresentada em dois formatos versáteis:

  1. A linha empacotada inteligente Aspiral, que está disponível numa variedade de soluções, micro, small, medium and large, integradas (à exceção do modelo micro), em contentores de 20 e 40 pés, podendo vários contentores ser ligados em conjunto para processar grandes quantidades de efluentes.
  2. A linha Subre, é usada para atualizar as estações de tratamento de águas residuais aeróbias existentes, reduzindo os custos energéticos e aumentando a capacidade ou melhorando a qualidade dos efluentes.